A base de dados: um ativo a ser protegido
Segurança
26/07/2019
Print Friendly, PDF & Email

A base de dados: um ativo a ser protegido

Atualmente, as empresas lidam com grandes quantidades de dados – o que aumenta com o passar dos anos -, o ambiente global se torna digitalizado e tanto os consumidores quanto as empresas desenvolvem suas relações no ecossistema da Internet.  Por este motivo, o valor corporativo hoje em dia é determinado em parte pelos dados: informação de clientes, do mercado, desempenho passado da empresa, etc.  Graças a isto, as empresas ajustam suas expectativas, tomam decisões mais precisas e aumentam seu potencial inovador.

Portanto, os dados são o cimento do desenvolvimento de negócios e do crescimento empresarial, e contribuem com a oferta de novos produtos e serviços.  Então como assegurar-se de que este capital corporativo está seguro?  A preocupação principal das empresas é a cibersegurança.

 Nos últimos anos, os hacks maciços passaram a fazer parte do cotidiano do mundo cibernético, afetando as mais diversas indústrias, desde o setor hoteleiro até os serviços financeiros e empresas de retail, valiosas pela informação detalhada sobre os padrões de consumo.  É por isto que entre as grandes corporações se aprofundou a tendência de delegar a responsabilidade e proteção dos dados a especialistas, peritos neste tipo de situação.

As vulnerabilidades em matéria de segurança de alguns processos abrem as portas para o roubo sistemático de senhas, base de dados e informação sensível hospedada em computadores ou nos serviços de nuvens públicas ou privadas.  Embora nos últimos anos diversos softwares tenham sido desenvolvidos para minimizar os riscos, o perigo continua latente e as empresas devem tomar a iniciativa, de acordo com suas necessidades específicas.

Estudos realizados por especialistas da Lumen confirmaram que as vulnerabilidades em matéria de segurança nos processos, contact centers e base de dados próprias das empresas, aumentarão exponencialmente nos próximos anos.  Segundo estudo globais da empresa, a Argentina encontra-se no terceiro lugar do ranking de países latino-americanos vítimas de ciberataques, atrás do México e do Brasil.  Em 2017, os Laborátorios de Investigação de Ameaças da Lumen rastrearam uma média de 195.000 ameaças diárias, que afetaram 104 milhões de alvos exclusivos.

Os malwares se tornaram cada vez mais sofisticados e inteligentes, aumentando também a dificuldade de serem detectados; poderiam ser capazes de enganar os sistemas operacionais, se camuflarem como um gêmeo dos aplicativos regulares e acessar a informação confidencial sem levantar suspeitas.

Por este motivo, na era da transformação digital e de Big Data, pensar em cibersegurança deve ser considerado como uma estratégia de longo prazo de caráter primordial.

Compartilhar

Artigos Recentes

10 recomendações para enfrentar as ciberameaças no setor de varejo

by | jun 6, 2024 | Segurança | 0 Comments

Diante do crescimento do comércio online, as empresas de varejo devem fortalecer suas políticas de cibersegurança. Ricardo Pulgarín, especialista em cibersegurança da...

Cibersegurança: fundamental para “fechar as portas” para os atacantes

by | maio 21, 2024 | Segurança | 0 Comments

O foco na visibilidade da rede, a disponibilidade das aplicações, a resiliência dos data centers, a capacitação das pessoas e o monitoramento contínuo da...

Um guia para começar a usar seu assistente de IA Companion

by | maio 16, 2024 | Tendências de TI,UC&C | 0 Comments

  No acelerado ambiente de trabalho atual, as prioridades são maximizar a produtividade e melhorar a colaboração.  Felizmente, a tecnologia de IA pode ajudar nisto...

Conectando Latitudes: Rumo a um futuro digital seguro e eficiente na América Latina

by | maio 15, 2024 | Conectividade,Tendências de TI | 0 Comments

  O dia 17 de maio é o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação, momento propício para refletirmos sobre os avanços e perspectivas dessa área...

O futuro dos data centers na América Latina: transformação impulsionada pela inteligência artificial

by | maio 2, 2024 | Data Center & Hybrid Cloud | 0 Comments

Em um mundo cada vez mais interconectado, a inteligência artificial será um motor de transformação para a indústria de data centers na América Latina   A inteligência...

A inevitável transição para SASE: mais além da segurança legada

by | abr 16, 2024 | Segurança | 0 Comments

A crescente complexidade das ameaças cibernéticas exige uma evolução nas abordagens de segurança, deixando para trás as soluções legadas baseadas em hardware e adotando...

Como ajudar suas equipes de vendas com a Inteligência Conversacional (2ª parte)

by | mar 26, 2024 | UC&C | 0 Comments

Em nosso artigo anterior, discorremos sobre a diferença entre Inteligência Conversacional e IA Conversacional - algo bem sutil mas com aspectos e aplicações diferentes...

O que eu, mulher, já vivi no mercado de Tecnologia?

by | mar 19, 2024 | Tendências de TI | 0 Comments

Como minhas experiências e desafios me ajudaram a conquistar espaço nesse setor Que mulher nunca ouviu alguma dessas frases no seu dia a dia de trabalho? “Lá vem a...

Façamos com que o futuro dependa de nós, estejamos cientes da IA e trabalhemos de acordo com ela

by | mar 18, 2024 | UC&C | 0 Comments

Adoro ler livros ou conversar com pessoas que enfrentam o olho do furacão quando ocorrem coisas transformadoras no mundo e, em particular, com aquelas ligadas a novas...

Inteligência Conversacional versus IA Conversacional. Qual é a diferença? (1ª parte)

by | fev 20, 2024 | UC&C | 0 Comments

Existe uma solução de Inteligência Conversacional (Conversation Intelligence) que melhora a produtividade, encurta os ciclos de negociação e aumenta a previsibilidade...