SD-WAN: uma forma rentável de proteger sua rede remota
Conectividade
12/07/2023
Print Friendly, PDF & Email

SD-WAN: uma forma rentável de proteger sua rede remota

Espera-se que o mercado de SD-WAN atinja US$ 30,9 bilhões até 2030[1] 

 A transformação digital é a utilização e integração de novas tecnologias nos processos de uma empresa, permitindo que esta possa responder às mudanças a seu redor e se adaptar às novas necessidades dos clientes e de uma força de trabalho com habilidades digitais, além de gerar novos modelos de negócios e estruturas corporativas. 

Entre essas tecnologias transformadoras estão as redes de longa distância definidas por software (SD-WAN na sigla em inglês), que cresceram a passos largos ao longo dos últimos anos. Uma prova disso é que se espera que este mercado atinja US$ 30,9 bilhões até 2030.  A rede sobreposta baseada em software melhora a gestão, a funcionalidade e a segurança.  No entanto, existem vários mitos enganosos que distorceram as capacidades da SD-WAN e sua função dentro de uma estratégia de rede robusta e flexível, evitando que as empresas aproveitem todo o seu potencial.  Por isto, é importante esclarecer esses mitos e conceder à SD-WAN seu devido lugar. 

Comecemos destacando que, apesar de a SD-WAN agregar valor de diversas formas, não se pode ignorar a rede subjacente.  Pense nesta última como se fosse uma estrada por onde circula o tráfego de seus dados, enquanto a SD-WAN é o sistema de gestão do tráfego. Independentemente da quantidade de pistas exclusivas, desvios e análises de tráfego e do roteamento em tempo real oferecido pela SD-WAN, uma estrada congestionada e cheia de buracos continuará causando uma jornada lenta e sacolejante.  Este exemplo servirá para esclarecer as idéias expostas a seguir. 

Foquemos nas bases 

De forma simple e sendo realistas, a SD-WAN tem a capacidade de utilizar seus links da forma mais eficiente possível, definindo o direcionamento por aplicação e escolhendo a WAN que melhor se ajuste a ela.  No entanto, não consegue solucionar uma conexão ruim à internet, pois se trata de uma sobreposição, o que significa que se apoia na rede subjacente, seja ela MPLS, banda larga, internet ou uma combinação destas, para gerenciar as regras de roteamento, lidar com cenários de falha e priorizar o tráfego.  Considerando que a experiência do usuário final depende da qualidade da rede subjacente, nenhuma solução de gestão de tráfego “inteligente” consegue consertar uma rota ruim. 

Nem todas as conexões à internet são iguais 

Há uma diferença fundamental entre a banda larga proporcionada por cabo e um serviço de acesso à internet dedicado, fornecido por fibra.  Voltando à analogia do tráfego, imagine a banda larga por cabo como uma autoestrada pública.  É um serviço compartilhado onde os usuários competem entre si pela largura de banda disponível, na mesma infraestrutura local.  Além disto, a Internet fornecida por cabo e outros serviços de banda larga mais antigos são geralmente assimétricos, o que significa que há menos largura de banda ascendente do que descendente.  Em uma era de VoIP, UCaaS e outras ofertas de SaaS hospedada, que dependem de uma largura de banda de internet confiável (em ambas as direções), isto torna-se mais importante do que nunca. 

Tudo na rede troncal (backbone) 

Além das diferenças de acesso, como cabo versus fibra dedicada, o backbone do seu ISP e a extensão das interconexões com outras redes (também conhecidas como peering) afetarão a experiência do usuário final. 

A segurança como imperativo 

A segurança é uma consideração importante quando se trata de implementar uma solução SD-WAN. À medida que acrescentamos equipamentos à uma rede, o controle fica mais difícil, a visibilidade é perdida e a superfície de ataque ampliada. Secure SD-WAN nos permite melhorar e acrescentar à uma rede SD-WAN funcionalidades como: 

  • Integração de autenticação e autorização para controlar o acesso à rede.
  • Utilização de túneis codificados para proteger o tráfego de rede atravessando a Internet.
  • Funcionalidades de firewall de próxima geração (NG-FW) nos CPE.
  • Segmentação de rede para limitar a abrangência de qualquer violação de segurança.
  • Integração de soluções de detecção e resposta de endpoints (EDR) para proteger os dispositivos finais, como também o acesso à rede de confiança zero (ZTNA, na sigla em inglês).
  • Segurança na LAN: permite integrar a visibilidade da LAN (Switches, APs) para controlar o acesso dos equipamentos e usuários e transformar um ponto Secure SD-WAN em Secure SD-BRANCH.

Espaço para dimensionar 

As implementações de SD-WAN realizadas pelos integradores de sistemas, isto é, “faça-o você mesmo” (DIY, na sigla em inglês), frequentemente combinam vários tipos de Internet, fornecidos por diversos provedores de serviços. No entanto, à medida que as redes aumentam a quantidade de sites, podem surgir problemas com a variedade de Acordos de Nível de Serviço (SLAs) e as flutuações de desempenho em vários locais. 

As empresas estão se voltando às soluções SD-WAN gerenciadas por diversos motivos e uma pesquisa da Frost & Sullivan demonstrou que as organizações dependem dos provedores de serviços para: 

  • Juntar e administrar diversos provedores de rede (75%)
  • Centralizar as comunicações para todos os provedores (73%)
  • Gerenciar todos os aspectos da rede, incluindo voz, dados, acesso e segurança (71%)
  • Aproveitar a flexibilidade de comprar e pagar pelo serviço através de um modelo de faturamento por assinatura (71%)
  • Acelerar a tomada de decisões, pois os fornecedores gerenciados já validaram os fornecedores de SD-WAN (67%)

À medida que as empresas implementam novas aplicações de negócios críticas em todas as filiais, de Internet das Coisas a analítica na nuvem, precisam de acesso a opções de rede flexíveis, seguras e rentáveis.  Cada vez mais, as empresas escolhem os serviços gerenciados de SD-WAN para ajudá-las a otimizar as implementações, permitir que tomem as decisões mais adequadas às suas necessidades específicas e agilizar o tempo de criação de valor. 

Resumindo, a rede SD-WAN permite que o tráfego seja enviado automaticamente através da rota mais adequada da WAN, respeitando as condições de segurança, o custo dos circuitos e as exigências de qualidade dos serviços.  Seus benefícios permitem que as empresas se ajustem para se adaptar às crescentes demandas de um mundo digital em constante evolução.

[1] PS Market Research

Michael Lawson

Autor:
Javier Colucci
Gerente Regional de Produtos SD-WAN e Cloud Connectivity
Cirion Technologies

Compartilhar

Artigos Recentes

Cibersegurança: fundamental para “fechar as portas” para os atacantes

by | maio 21, 2024 | Segurança,Segurança,Tendências de TI | 0 Comments

O foco na visibilidade da rede, a disponibilidade das aplicações, a resiliência dos data centers, a capacitação das pessoas e o monitoramento contínuo da...

Um guia para começar a usar seu assistente de IA Companion

by | maio 16, 2024 | Tendências de TI,UC&C,UC&C | 0 Comments

  No acelerado ambiente de trabalho atual, as prioridades são maximizar a produtividade e melhorar a colaboração.  Felizmente, a tecnologia de IA pode ajudar nisto...

Conectando Latitudes: Rumo a um futuro digital seguro e eficiente na América Latina

by | maio 15, 2024 | Conectividade,Conectividade,Tendências de TI | 0 Comments

  O dia 17 de maio é o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação, momento propício para refletirmos sobre os avanços e perspectivas dessa área...

O futuro dos data centers na América Latina: transformação impulsionada pela inteligência artificial

by | maio 2, 2024 | Data Center & Hybrid Cloud,Data Center & Hybrid Cloud | 0 Comments

Em um mundo cada vez mais interconectado, a inteligência artificial será um motor de transformação para a indústria de data centers na América Latina   A inteligência...

Como ajudar suas equipes de vendas com a Inteligência Conversacional (2ª parte)

by | mar 26, 2024 | UC&C | 0 Comments

Em nosso artigo anterior, discorremos sobre a diferença entre Inteligência Conversacional e IA Conversacional - algo bem sutil mas com aspectos e aplicações diferentes...

O que eu, mulher, já vivi no mercado de Tecnologia?

by | mar 19, 2024 | Tendências de TI | 0 Comments

Como minhas experiências e desafios me ajudaram a conquistar espaço nesse setor Que mulher nunca ouviu alguma dessas frases no seu dia a dia de trabalho? “Lá vem a...

Façamos com que o futuro dependa de nós, estejamos cientes da IA e trabalhemos de acordo com ela

by | mar 18, 2024 | UC&C | 0 Comments

Adoro ler livros ou conversar com pessoas que enfrentam o olho do furacão quando ocorrem coisas transformadoras no mundo e, em particular, com aquelas ligadas a novas...

Inteligência Conversacional versus IA Conversacional. Qual é a diferença? (1ª parte)

by | fev 20, 2024 | UC&C | 0 Comments

Existe uma solução de Inteligência Conversacional (Conversation Intelligence) que melhora a produtividade, encurta os ciclos de negociação e aumenta a previsibilidade...

Navegando pela Nova Fronteira: Desafios e Oportunidades para empresas chinesas em expansão para a América Latina

by | fev 6, 2024 | Tendências de TI | 0 Comments

A expansão para a América Latina representa uma excelente oportunidade para as empresas chinesas que desejam acessar novos mercados e aumentar sua presença global.  Os...

A infraestrutura em nuvem: um motor de inovação e transformação corporativa

by | dez 28, 2023 | Data Center & Hybrid Cloud,Tendências de TI,Tendências de TI | 0 Comments

A era digital trouxe uma oportunidade sem precedentes para promover novos modelos de negócios na internet, que se adaptam aos novos hábitos de consumo e às necessidades...